15 janeiro 2013

Gwydion, o Mago

               



Deus gaulês das mudanças, da magia, da cura e das ilusões e tem como símbolo um cavalo branco.
Como guerreiro, foi muito temido porque fazia uso da magia para enganar os seus inimigos.
No entanto, ele foi um mestre civilizador. Diz-se que foi ele quem descobriu o alfabeto ogamico, uma língua Celta antiga, de 20 letras em que cada uma estava associada a uma árvore. Este alfabeto era usado por alguns magos celtas.
Ele era também um grande contador de histórias e difusor das artes. Talvez por isso, seja o regente da poesia e da música.

Ele foi o Deus escolhido para ilustrar a carta de tarot "O Mago" por Anna-Marie Ferguson, no baralho "The Llewellyn Tarot".
Considero-as ilustrações lindíssimas e são estas cartas que uso na minha nova rubrica "A Carta do Dia" na minha página do Facebook com o mesmo nome do Blog. Para verem, basta entrarem na aplicação que tem ali na coluna da direita. Se gostarem, convido-vos a seguirem as minhas publicações na dita página, clicando no "GOSTO" que se encontra no cimo da mesma.

Escolhi o Mago por ser  aquele que inicia o baralho, é a carta com o número UM, e porque é o Arcano que melhor representa aquilo que eu sou! Uma aprendiz de feiticeiro com pretensões a Maga...

No entanto, os meus instrumentos são as cartas e o computador, a inspiração vou buscá-la aos planetas e estrelas e os ingredientes mágicos são as palavras e o amor!!