07 novembro 2011

A um novo dia!





Pôs-se o Sol...Como já na sombra feia
do dia pouco a pouco a luz desmaia!
E a parda mão da Noite, antes que caia
de grossas nuvens todo o ar semeia!

Apenas já diviso a minha aldeia,
Já do cipreste não distingo a faia.
Tudo em silêncio está. Só lá na praia
se ouvem quebrar as ondas pela areia.

Com a mão na face, a vista ao céu levanto
e cheio de mortal melancolia,
nos tristes olhos mal sustento o pranto;


E se ainda algum alivio ter podia,
Era ver esta noite durar tanto,
Que nunca mais amanhecesse o dia!

Autor : João Xavier de Matos





Que assim não seja!

Que a noite dure o tempo necessário para nosso descanso e logo dê lugar a um dia claro e de Sol radiante!!


Uma boa noite a todos, nesta noite de Júpiter e hora de Saturno

4 comentários:

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Bonita foto :)

Rosa Araújo disse...

Obrigada :)

A Dona Mia e a filhota Joaninha, as residentes de 4 patas aqui de casa.

Manuel Carmo Meirelles disse...

Olá Rosa Araújo
Confesso que nunca tinha visitado o seu blogue. Depois de constatar que me deu a honra de seguir o meu modesto DIREITO DE OPINAR, fui de imediato dar uma vista de olhos ao SEU APRENDIZ DE FEITICEIRO e vi coisas interessantes e bonitas. Futuramente, far-lhe-ei mais visitas.
Até breve.

Rosa Araújo disse...

Obrigada, Sr. Manuel Carmo Meirelles
pela sua visita e é sempre bem vindo!

Achei o seu blog muito interessante e pertinente e voltarei com mais tempo para uma leitura mais aprofundada.

Então, um até breve!