19 março 2011

Lua Cheia de encher os olhos!

"Lua Adversa  

Tenho fases, como a lua,
Fases de andar escondida,
fases de vir para a rua...
Perdição da minha vida!
Perdição da vida minha!
Tenho fases de ser tua,
tenho outras de ser sozinha.

Fases que vão e que vêm,
no secreto calendário
que um astrólogo arbitrário
inventou para meu uso.

E roda a melancolia
seu interminável fuso!
..."
Cecília Meireles, in 'Vaga Música'  (excerto)


 "  Ó lua que vais tão alta..." pois não é o caso!

 Desde 1993 que a Lua Cheia não estava tão próxima da terra para regalo dos nossos olhos!!

Hoje, cerca das 19 horas (para Portugal), vale a pena olhar para o céu! (Esta é a hora em que nasce, mas até às 6h30 poderá vê-la lá no alto.)

Estará ela no seu  perigeu, ou seja, o ponto onde a sua distância à Terra é menor. O ponto mais afastado denomina-se de apogeu. Isto acontece todos os meses, uma vez que é esse o tempo que a Lua leva a percorrer a órbita em torno do nosso planeta.

Se acontece todos os meses, porquê tanto entusiasmo?  (perguntam vocês!)
Porque dá-se precisamente ao mesmo tempo que a Lua fica cheia, o que só acontece de 18 em 18 anos!!


Ontem à noite fui à varanda e fiquei deslumbrada com aquela Lua quase, quase redonda, luminosa e gorda e de tão próxima que tive vontade de lhe tocar!

E o céu?! Esse estava lindo!

Com  sorte, logo teremos um céu límpido como o de ontem e podemos contemplar o belíssimo espectáculo que a natureza tem para nos oferecer! ( e já agora, aproveitem o romantismo do momento e namorem muito ;)   )
   

2 comentários:

Anga Mazle disse...

Passa das 19hs aqui (no Rio de Janeiro), e nada de lua! Preparei-me para hoje: limpei as lentes do binóculo, coloquei minha bergère na varanda, que dá vista para o Leste, desmarquei até um jantar, para ficar por conta de namorar a grande lua cheia. Mas o céu está negro, todo apagado.

Por acaso, tens aí, Rosa, algum feitiço para espantar nuvens?

Foi um prazer conhecer o teu blog.

Um abraço

Rosa Araújo disse...

Por acaso, às 19h tb não vi a Lua, mesmo não vivendo numa cidade grande, as casas não deixam ver o nascer do astro...

Mas, lá para as 2h da manhã, quando fui para a cama, abri a porta que dá para a varanda e mesmo á minha frente lá estava ela! Linda, grande, mais brilhante que nunca e envolta num céu de uma tonalidade azulada. Como bónus ainda tive direito a umas estrelinhas que cintilavam à sua volta!
A rua estava silenciosa e ali era só eu e ela. Que paz!!

Fiquei enamorada!! :)

Que pena não ter a minha máquina fotográfica comigo, se não agora, oferecia-te a Lua no meu pedacinho de céu!!

Beijo