27 novembro 2010

Os sabores de cada planeta


Hoje vou falar ao paladar de cada um!
Quem não gosta de saborear um bom petisco, ou um doce daqueles de encher os olhos?!
Pois, porque antes das papilas gustativas os alimentos passam pela aprovação dos olhos!!

Para quem gosta de saber que "coisas" terrenas se atribuem aos signos ou planetas aqui ficam mais umas dicas.

Saturno:
Sabores ácidos, azedos ou amargos.
O sumo de limão, vinagre, leite azedo, algumas especiarias, são alguns exemplos de alimentos da natureza deste planeta.

Júpiter:
Sabores agridoces. A minha compota de pitanga da imagem acima, é um bom exemplo neste caso. Mesmo sendo um doce, tem um travo ácido. (óptima para comer com bolachas, a meu ver, claro!)
Alimentos de sabor doce, mas não tão gordos como os de Vénus.

Marte:
Picantes e sabores fortes em geral. Amargo, mas mais picante que os de Saturno. Pode ser o caso da pimenta. A malagueta é um exemplo perfeito, tanto pelo sabor como pela cor. 

Sol:
Aqui entram os sabores de Júpiter e Marte, mas mais suaves. Apenas um travozinho picante, sem deixar a língua a arder.

Vénus:
A perdição de quem é guloso!!
Sabores gulosos e agradáveis.Comidas gordurentas,  húmidas, doces, deliciosas!
Nem é preciso dar exemplos :-) (agora ia bem uma fatia de bolo de chocolate com cobertura de chantilly ou uma de  pudim caseiro...)

Mercúrio:
Variedade de sabores.  Misturas complexas.
Uma mistura de muitos sabores, mas de forma subtil e penetrante ao mesmo tempo. Difícil de dar um nome.


Lua:
Sabor salgado ou insípido.  Aqui também se enquadram substâncias levemente amargas.
A maçã, de sabor fresco e húmido. Alimentos sem qualquer sabor (se é que isso é possível, porque agora não me lembro de nenhum) também são de Lua. (Ah! lembrei!! deve ser o caso de uma papa feita com farinha de mandioca que comi um dia como sendo típica de África e que não me recordo do nome. Húmida, escorregadia e sem sabor e que o melhor mesmo era engolir logo de uma vez sem mastigar.)

Por ora fico-me por aqui!
Bom fim de semana para todos com muitos sabores!!

11 novembro 2010

Histórias de encantar

"...- Senhora bruxa! - grita a Anita. - Venha cá! O Verdilhinho já encontrou as sete penas.
- Estão a mentir-me - berra a bruxa. - É impossível, ele não pode ter as sete penas! A sétima tenho-a eu! Está aqui na minha mão. Nesse momento o elfo, rápido como um relâmpago, agarra a pena. Na mesma altura o ogre engole a bruxa e o seu chapéu.
- Brrr! Esta bruxa sabe mesmo mal! - diz o ogre enquanto cospe a vassoura.
- Boa, ogre! Boa, elfo! - exclama a Anita. - Graças a vocês já temos as sete penas e o Verdilhinho pode voltar a ser ave! Dêem cá um beijinho! - pede a Anita.
O ogre nem a deixa pedir uma segunda vez... Tira logo o chapéu e, quando a Anita lhe dá o beijo na cara, o gigante cora de vergonha."...

(Excerto de um dos livros da colecção "Anita" de 
Gilbert Delahaye e Marcel Marlier,
  da Verbo Infantil)



(Shiuuuu! Não contem a ninguém, mas sou eu 
que tenho a vassoura da bruxa!! )


Andava eu a procurar uma imagem para servir de "lar doce lar" da aprendiz de feiticeira, quando tropecei nos livros da Anita das minhas filhas. 

Por momentos voltei a ser criança de novo e dei por mim a lê-los com a mesma vontade e deslumbramento com que o fiz, quando, no meu oitavo aniversário os meus pais me ofereceram o volume de "Anita e a festa de anos"!
Nessa época andava eu na 1ª classe (pois, porque só entrei para a escola aos 7 anos), mas já lia bem. Só quando chegava ao Pantufa, não sei porquê, mas lia sempre Tabufa! ahahah (para grande risota da minha mãe e irmã!)

Com o passar dos anos, os livros desta colecção mudaram um pouco de aspecto. As folhas são mais finas. No entanto, as imagens continuam fantásticas e só por si já vale a pena folheá-los. 

Fui ver como andam os meus mapas astrológicos e no mapa de profecção (um tipo de mapa para previsões), tenho precisamente a Lua a passar no grau do meu Mercúrio Natal!
Mercúrio que só por si representa a comunicação, leitura, livros... e rege a minha casa IV, umas das casas relacionada com a infância. A Lua que tem a ver com as nossas memórias, no meu mapa natal está na casa IV. 

Com este meu reviver de memórias, este remexer em livros (sobretudo infantis) e ainda o voltar a escrever neste meu blogue que andava tão "perdido", só podia ter o dedo de Mercúrio e Lua!!
 

07 novembro 2010

Pinceladas de magia

Tenho andado ausente (parece que o meu Mercúrio me abandonou ), mas ao contrário deste a minha Vénus tem andado muito activa. Para fazer jus a uma Vénus dignificada em Touro resolvi meter a mão na massa, isto é, nas tintas e dar umas pinceladas de cor às paredes da minha casa. Todas elas eram brancas, o que até gosto, mas estava um pouco cansada de tanta alvura...

Inspirada numa imagem que encontrei algures na net, armei-me em artista e trouxe a Primavera para dentro do meu sótão (imagem acima).

Entusiasmei-me de tal maneira que de seguida pincelei outra parede de azul e mais uma lateral de duas cores (coitado do marido!). Isto depois de brincar um pouco a "inventar" tons a partir das cores que tinha comprado...
O banquinho ao fundo foi mais um dos meus devaneios! Velhote e cheio de salpicos de tinta (andou a servir de escadote durante as minhas pinturas) ganhou uma camada de tinta para paredes : ) 

A próxima imagem é a da primeira parede que ganhou cor...
...no quarto na minha filha. A fadinha mais nova. De uma foto que viu na net, gostou e lá fui eu reproduzir na parede de entrada e na lateral. Tive uma mãozinha dela na pintura de algumas riscas. Foi uma trabalheira tirar tantas medidas para ficar tudo certinho e isolar com fita . Até deu para a fadinha passar pelo sono, enquanto deitada de costas em cima da cama ia dando dicas e palpites de como devia ser e se queixava que aquela "parte" era muito chata...Mas, até que não ficou mal! ;)

Depois, como achou que ainda não tinha cor suficiente, muniu-se dos utensílios, fechou-se sozinha no quarto e numa rapidez impressionante (com ela é assim, nada de perder tempo)...
...coloriu de rosa toda a parece que fica em frente à porta de entrada!

E  não se sentindo satisfeita resolveu personalizar ainda mais! 
Neste momento só uma pequena parcela de parede está totalmente branca, aquela onde está o roupeiro embutido.

Poupadinha como sou tinha de dar uso ao resto da tinta...
E lá vem mais uma parede azul, esta no hall.
Sempre tive vontade de usar tom sobre tom na decoração de parede/móvel. E agora veio mesmo a calhar esta onda de azul, porque assim aproveitei a sapateira que em tempos já tinha pintado desta cor. (só falta fazer o resto da decoração)


Depois passei ao r/chão e foi a vez da parede exterior da cozinha...
   
A confecção é o próximo passo (lá ao fundo a minha janela ainda despida).


Para quem tem uma disposição mútua entre Mercúrio e Marte em Carneiro e Virgem respectivamente dá nestas coisas! Manualidades... E ainda Vénus a dar também o ar da sua graça!


Não tenho mais imagens, mas também a parede exterior para o quintal ganhou cor! Um amarelinho claro, para o torrado, mas vivo. Ficou mais alegre, mais luminosa! Agora tenho o Sol  todo o dia na minha casa ;-)