22 dezembro 2010

Vamos celebrar a vida!













(Foto do álbum de família)

Em cada natal renovam-se votos, comemora-se em família, distribuem-se presentes e sorrisos…
Mas em suma, todos celebramos a vida!!

Foi com o nascimento de Jesus (mesmo tendo em conta a incerteza da data!) que nasceu esta tradição.

Este ano existe uma família que tem redobradas razões para celebrar a vida! A minha!!
Fomos abençoados com o melhor presente de natal que pode existir. O nascimento de uma criança!
O meu pequenino sobrinho fez-nos uma surpresa e nasceu 15 dias antes da data prevista, por isso, um presente antecipado. :)
Hoje fez 17 dias!

Esta é a prova de que existem milagres!
Depois da minha irmã já ter perdido a esperança, depois de alguns momentos menos bons por que passou, eis que surge esta dádiva da vida.  A gravidez (considerada de risco) decorreu maravilhosamente bem! (tanto é que a mamã trabalhou até à véspera do parto e não o fez no próprio dia porque era Domingo e teve as primeiras contracções ainda mal o sol despontava no horizonte).  
Para tudo ser ainda mais perfeito, teve uma hora santa!

Para o pequeno Rafael:
- Sê bem vindo!

Para os papás “babados”:
- Parabéns! Têm um filho que é a coisinha mais fofa do mundo! ;)


Para todos nós:

Vamos celebrar a vida!!


01 dezembro 2010

Os Dias e Horas Planetárias

Cada dia da semana está consagrado a um planeta, tanto é que em algumas línguas alguns dias têm mesmo o nome parecido ao dos planetas. Deixo aqui só 2 ou 3 exemplos:

 (Espanhol)                                          ( Francês)
Lunes  (2º feira) = Lua                           Lundi
Martes (3ª feira) = Marte                       Mardi
Miércoles (4ª feira) = Mercúrio              Mercredi


Cada dia tem sempre dois regentes (planetas).
Um Diurno e outro Nocturno.

Os dias em astrologia não começam às 00horas, mas sim ao nascer do Sol e terminam quando o Sol se põe.

Regentes Diurnos
Domingo - Sol
2º Feira   - Lua
3ª Feira   - Marte
4ª Feira   - Mercúrio
5ª Feira   - Júpiter
6ª Feira   - Vénus
Sábado   - Saturno

Para uma pessoa que tenha nascido num Domingo depois do sol nascer e antes de ele se pôr, nasceu no dia do Sol. Se nasceu numa 2ª, então é a Lua e por aí fora...

Regentes Nocturnos
Domingo  - Júpiter
2ª Feira   - Vénus
3ª Feira   - Saturno 
4ª Feira   - Sol
5ª Feira   - Lua
6ª Feira   - Marte 
Sábado   - Mercúrio

Se nasceu na mesma ao Domingo, mas depois do Sol passar a linha do horizonte e deixar de se ver (ou seja, no Domingo à noite) então o planeta já não é o Sol mas sim Júpiter. 

Nos mapas astrológicos isto é fácil de se ver. Se o Sol está na parte inferior do mapa (abaixo da linha Asc/Desc. ), então o regente é nocturno. E como é óbvio, se estiver acima da linha, é diurno.

As horas também têm os seus planetas mas como precisaria de dar uma explicação mais exaustiva, ficará para uma próxima. No entanto, o funcionamento é idêntico, sendo aqui necessário calcular o tempo de duração de cada hora (planetária) dentro das 24 horas (do relógio) , porque os dias/noites não têm todos a mesma duração ao longo do ano.

Esta atribuição planetária pode ser usada para tudo, mas é particularmente útil em astrologia electiva, para ajudar a encontrar o momento favorável a determinados eventos.  

 
 
 

27 novembro 2010

Os sabores de cada planeta


Hoje vou falar ao paladar de cada um!
Quem não gosta de saborear um bom petisco, ou um doce daqueles de encher os olhos?!
Pois, porque antes das papilas gustativas os alimentos passam pela aprovação dos olhos!!

Para quem gosta de saber que "coisas" terrenas se atribuem aos signos ou planetas aqui ficam mais umas dicas.

Saturno:
Sabores ácidos, azedos ou amargos.
O sumo de limão, vinagre, leite azedo, algumas especiarias, são alguns exemplos de alimentos da natureza deste planeta.

Júpiter:
Sabores agridoces. A minha compota de pitanga da imagem acima, é um bom exemplo neste caso. Mesmo sendo um doce, tem um travo ácido. (óptima para comer com bolachas, a meu ver, claro!)
Alimentos de sabor doce, mas não tão gordos como os de Vénus.

Marte:
Picantes e sabores fortes em geral. Amargo, mas mais picante que os de Saturno. Pode ser o caso da pimenta. A malagueta é um exemplo perfeito, tanto pelo sabor como pela cor. 

Sol:
Aqui entram os sabores de Júpiter e Marte, mas mais suaves. Apenas um travozinho picante, sem deixar a língua a arder.

Vénus:
A perdição de quem é guloso!!
Sabores gulosos e agradáveis.Comidas gordurentas,  húmidas, doces, deliciosas!
Nem é preciso dar exemplos :-) (agora ia bem uma fatia de bolo de chocolate com cobertura de chantilly ou uma de  pudim caseiro...)

Mercúrio:
Variedade de sabores.  Misturas complexas.
Uma mistura de muitos sabores, mas de forma subtil e penetrante ao mesmo tempo. Difícil de dar um nome.


Lua:
Sabor salgado ou insípido.  Aqui também se enquadram substâncias levemente amargas.
A maçã, de sabor fresco e húmido. Alimentos sem qualquer sabor (se é que isso é possível, porque agora não me lembro de nenhum) também são de Lua. (Ah! lembrei!! deve ser o caso de uma papa feita com farinha de mandioca que comi um dia como sendo típica de África e que não me recordo do nome. Húmida, escorregadia e sem sabor e que o melhor mesmo era engolir logo de uma vez sem mastigar.)

Por ora fico-me por aqui!
Bom fim de semana para todos com muitos sabores!!

11 novembro 2010

Histórias de encantar

"...- Senhora bruxa! - grita a Anita. - Venha cá! O Verdilhinho já encontrou as sete penas.
- Estão a mentir-me - berra a bruxa. - É impossível, ele não pode ter as sete penas! A sétima tenho-a eu! Está aqui na minha mão. Nesse momento o elfo, rápido como um relâmpago, agarra a pena. Na mesma altura o ogre engole a bruxa e o seu chapéu.
- Brrr! Esta bruxa sabe mesmo mal! - diz o ogre enquanto cospe a vassoura.
- Boa, ogre! Boa, elfo! - exclama a Anita. - Graças a vocês já temos as sete penas e o Verdilhinho pode voltar a ser ave! Dêem cá um beijinho! - pede a Anita.
O ogre nem a deixa pedir uma segunda vez... Tira logo o chapéu e, quando a Anita lhe dá o beijo na cara, o gigante cora de vergonha."...

(Excerto de um dos livros da colecção "Anita" de 
Gilbert Delahaye e Marcel Marlier,
  da Verbo Infantil)



(Shiuuuu! Não contem a ninguém, mas sou eu 
que tenho a vassoura da bruxa!! )


Andava eu a procurar uma imagem para servir de "lar doce lar" da aprendiz de feiticeira, quando tropecei nos livros da Anita das minhas filhas. 

Por momentos voltei a ser criança de novo e dei por mim a lê-los com a mesma vontade e deslumbramento com que o fiz, quando, no meu oitavo aniversário os meus pais me ofereceram o volume de "Anita e a festa de anos"!
Nessa época andava eu na 1ª classe (pois, porque só entrei para a escola aos 7 anos), mas já lia bem. Só quando chegava ao Pantufa, não sei porquê, mas lia sempre Tabufa! ahahah (para grande risota da minha mãe e irmã!)

Com o passar dos anos, os livros desta colecção mudaram um pouco de aspecto. As folhas são mais finas. No entanto, as imagens continuam fantásticas e só por si já vale a pena folheá-los. 

Fui ver como andam os meus mapas astrológicos e no mapa de profecção (um tipo de mapa para previsões), tenho precisamente a Lua a passar no grau do meu Mercúrio Natal!
Mercúrio que só por si representa a comunicação, leitura, livros... e rege a minha casa IV, umas das casas relacionada com a infância. A Lua que tem a ver com as nossas memórias, no meu mapa natal está na casa IV. 

Com este meu reviver de memórias, este remexer em livros (sobretudo infantis) e ainda o voltar a escrever neste meu blogue que andava tão "perdido", só podia ter o dedo de Mercúrio e Lua!!
 

07 novembro 2010

Pinceladas de magia

Tenho andado ausente (parece que o meu Mercúrio me abandonou ), mas ao contrário deste a minha Vénus tem andado muito activa. Para fazer jus a uma Vénus dignificada em Touro resolvi meter a mão na massa, isto é, nas tintas e dar umas pinceladas de cor às paredes da minha casa. Todas elas eram brancas, o que até gosto, mas estava um pouco cansada de tanta alvura...

Inspirada numa imagem que encontrei algures na net, armei-me em artista e trouxe a Primavera para dentro do meu sótão (imagem acima).

Entusiasmei-me de tal maneira que de seguida pincelei outra parede de azul e mais uma lateral de duas cores (coitado do marido!). Isto depois de brincar um pouco a "inventar" tons a partir das cores que tinha comprado...
O banquinho ao fundo foi mais um dos meus devaneios! Velhote e cheio de salpicos de tinta (andou a servir de escadote durante as minhas pinturas) ganhou uma camada de tinta para paredes : ) 

A próxima imagem é a da primeira parede que ganhou cor...
...no quarto na minha filha. A fadinha mais nova. De uma foto que viu na net, gostou e lá fui eu reproduzir na parede de entrada e na lateral. Tive uma mãozinha dela na pintura de algumas riscas. Foi uma trabalheira tirar tantas medidas para ficar tudo certinho e isolar com fita . Até deu para a fadinha passar pelo sono, enquanto deitada de costas em cima da cama ia dando dicas e palpites de como devia ser e se queixava que aquela "parte" era muito chata...Mas, até que não ficou mal! ;)

Depois, como achou que ainda não tinha cor suficiente, muniu-se dos utensílios, fechou-se sozinha no quarto e numa rapidez impressionante (com ela é assim, nada de perder tempo)...
...coloriu de rosa toda a parece que fica em frente à porta de entrada!

E  não se sentindo satisfeita resolveu personalizar ainda mais! 
Neste momento só uma pequena parcela de parede está totalmente branca, aquela onde está o roupeiro embutido.

Poupadinha como sou tinha de dar uso ao resto da tinta...
E lá vem mais uma parede azul, esta no hall.
Sempre tive vontade de usar tom sobre tom na decoração de parede/móvel. E agora veio mesmo a calhar esta onda de azul, porque assim aproveitei a sapateira que em tempos já tinha pintado desta cor. (só falta fazer o resto da decoração)


Depois passei ao r/chão e foi a vez da parede exterior da cozinha...
   
A confecção é o próximo passo (lá ao fundo a minha janela ainda despida).


Para quem tem uma disposição mútua entre Mercúrio e Marte em Carneiro e Virgem respectivamente dá nestas coisas! Manualidades... E ainda Vénus a dar também o ar da sua graça!


Não tenho mais imagens, mas também a parede exterior para o quintal ganhou cor! Um amarelinho claro, para o torrado, mas vivo. Ficou mais alegre, mais luminosa! Agora tenho o Sol  todo o dia na minha casa ;-)

09 julho 2010

O pardal-telhado limpa chaminés!


Ante ontem tive uma grande ajuda na limpeza da minha chaminé :)

Então não é que de dentro do tubo (é uma lareira com recuperador) vinham uns sons e eu, um pouco receosa lá me atrevi a tirar o "tampo" da parte superior da caixa do recuperador...

Já via uma osga a saltar-me para cima e tudo! (não que eu tenha medo, mas mesmo assim.... a minha fobia a determinados répteis altera-me os sentidos)

Lá de dentro, junto com um monte de fuligem saiu um pardalito que ávido por liberdade voou em todas as direcções, pousando ora num quadro, ora na TV , provavelmente pensando tratar-se de janelas.
Já dizia mal à minha vida quando o vi voar baixinho rente ao sofá de tecido bege, mas vá lá, foi sacudir as asas cheias de pó preto para outro lado :))

A esta hora já vocês se devem ter perguntado : -Mas porque carga de água tem ela aqui uma foto de uma porta se o texto é sobre um pássaro?!

É simples!!
Bem que gostava de ter fotografado o vai vem desenfreado pela casa ou então a sua carita marota a olhar para mim quando pousou num ramo da laranjeira do meu quintal, mas estou sem máquina fotográfica e os meus olhos só captam imagens para mim mesma!

À falta de melhor, aqui fica a fotografia da porta por onde ele saiu rumo à liberdade!


01 junho 2010

Retratos Astrológicos - Livro


Retratos Astrológicos de 100 Portugueses Famosos,

é o titulo de um livro, mas não um livro qualquer!

Pois claro :)
...(é que o meu nome é um dos 43 que consta no dito livro ;) )

Agora a sério, este é o resultado de um desafio lançado pelos professores (Helena e Luís) da Academia de Estudos Astrológicos da qual faço parte como aluna. E nós, alunos e ex-alunos metemos mãos à obra e o resultado está à vista!

Trata-se de uma obra conjunta, sobre 100 figuras portuguesas, de várias áreas; arte, ciência, politica, cultura, etc., Muitas mais havia, mas infelizmente tiveram de ficar de fora, porque ainda teríamos uma enciclopédia em vez de um único volume... :)

Foi um trabalho moroso, que exigiu muita entrega e pesquisa porque um dos nossos lemas é o rigor de informação! Mas podem crer, todo este processo deu-nos imenso prazer! Cada certidão de nascimento encontrada foi uma pequena vitória que nos dava cada vez mais vontade de continuar. Foi viciante :D

(tanto é que acabei por ganhar o bichinho da pesquisa e meti-me de cabeça na procura dos meus antepassados)

Sendo assim, este não é apenas um livro de teor astrológico, mas também contém muita informação interessante para quem quer saber um pouco mais sobre alguma destas personalidades.

Da minha parte, "trabalhei" duas figuras, duas mulheres!
Uma nascida ainda no Séc. XIX, aqui da minha região. Ribatejana tal como eu! De nome Maria Lamas, que dedicou a sua longa vida à escrita, como escritora de obras infantis e não só, como tradutora e jornalista...Mas o que mais a evidenciou ( a meu ver), foi a sua luta na defesa dos direitos humanos e da igualdade entre homens e mulheres.

A outra, uma mulher do povo, que ao contrário da anterior teve uma vida bem mais curta. Trata-se de Catarina Eufémia, camponesa alentejana vitima do regime Salazarista.

Foi uma forma de homenagear estas duas mulheres e mães, que lutaram por aquilo que consideravam justo acabando por pagar com a própria liberdade e num dos casos, até a vida.

Um factor que considero interessante, é que os mapas destas duas mulheres têm em comum um lado muito escorpiónico. A primeira porque tem o regente do ascendente (Vénus) em Escorpião e a 2ª, tinha o ascendente em Escorpião.

Espero que gostem.

Boas leituras!

30 maio 2010

"Aprendiz de Feiticeiro" de cara lavada...


" O valor das coisas não está no tempo em que elas duram,
mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos
inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis. " Fernando Pessoa



Estou de volta! :)

Tudo tem o seu tempo e esta máxima serve para tudo incluindo a blogosfera... Como diz Pessoa, o valor das coisas não está na duração, mas sim na intensidade...E foi essa intensidade que me começou a faltar! Em tudo o que faço ponho muito de mim e só assim faz sentido... Neste "cantinho" vivi momentos muito agradáveis de entrega e partilha e conto com todos vocês para que assim seja de novo ;)

A "cozinha" da aprendiza está com uma decoração nova e desta vez tem mesmo um caldeirão! Onde é que já se viu um feiticeiro, (ou bruxa!), sem um caldeirão onde fazer as suas poções mágicas?!

Entrem, instalem-se (tem muito espaço à volta do braseiro) e deliciem-se com as receitas que vou cozinhando para vocês!

Até já!


06 fevereiro 2010

Para as minhas filhas...



Quis o destino que a minha vida fosse abençoada com duas princesinhas. Hoje, já mulheres/adolescentes, “senhoras dos seus narizes”, mas ainda assim, as minhas princesinhas…

Nada mais apropriado do que terem nomes mitológicos. Este meu interesse pelos mitos/lendas, não é de agora!
Não é que eu tenha alguma coisa contra os nomes das telenovelas (há uns anos, estava muito na moda, isto em Portugal, dar aos filhos os nomes das personagens das telenovelas brasileiras). Mas eu queria algo diferente! Queria nomes “especiais”, com história!

Ainda solteira e muito longe de pensar em ser mãe, já tinha o nome da minha primeira filha… DIANA. Não a Diana princesa, mas sim a Diana Deusa!

Diana, ou Artemis, era a deusa da Lua e da caça. Diz-se que era uma grande caçadora, mas também protectora dos animais. Gostei desta parte!
Corria livre pelos campos e florestas, dançando e cantando com as ninfas que a acompanhavam.
Irmã gémea de Apolo (a Lua e o Sol) e filha de Júpiter e Leto. Era um pouco solitária, é certo, mas mesmo assim uma personagem fascinante!
Já no seu tempo se poderia considerar uma feminista! :)) Era a deusa protectora das mulheres. Não teve marido (mas diz-se que teve uma grande paixão, e que num incidente provocado pelos ciúmes do irmão Apolo, acabou tirando-lhe a vida) Esta parte não gosto muito…mas fazer o quê?! Todas as personagens mitológicas têm o seu lado negro… Pelo menos transformou-o numa constelação! Órion.

Depois nasceu a segunda princesinha…e esta ganhou mesmo nome de princesa! HELENA de Tróia. A mulher mais bela do mundo!

Mais uma das filhas de Zeus. Foi casada com Menelau, rei de Esparta, mas devido ao feitiço de Afrodite acabou por se apaixonar por Páris e fugir com ele para Tróia (ou será que foi raptada? As versões são várias…).
Hera, Atena e Afrodite perguntaram ao príncipe troiano Páris qual a mais bela das três. Após cada uma das deusas ter tentado influenciar a sua decisão, Páris atribuiu a maçã de ouro a Afrodite, que lhe havia prometido o amor da mulher mais formosa do mundo.” E assim começou a guerra de 10 anos entre a Grécia e Tróia (é claro, que na realidade esta guerra se deveu a interesses económicos!).

E não é que a minha filhota é mesmo a Princesa de Tróia?
Por coincidência ou não, a rua onde moramos pertence ao bairro de Tróia. Isto eu só soube mais tarde…

21 janeiro 2010

Signo de Aquário




Desde ontem que estamos com o Sol em Aquário. O signo do aguadeiro!

Signo que se situa a meio do Inverno, e por estar a meio da estação é um signo FIXO, o que lhe confere estabilidade e durabilidade.

Pertence à triplicidade do AR,
o que lhe dá mais dinamismo do que têm os outros dois signos fixos, Touro e Escorpião. Tal como os restantes signos de Ar (Gémeos e Balança), também este, tem como base a comunicação e o intelecto.

Género MASCULINO,
como todos os outros signos do elemento Ar e Fogo.
Por isso mais expansivo e expressivo que os restantes seis, ou seja, os Femininos, que por sinal também são nocturnos.

Regido por SATURNO,
(ou Plutão para os que seguem a astrologia contemporânea).
Saturno dá-lhe ponderação, que somando-se ao seu dinamismo faz com que resulte numa expressão mais estruturada.

Mais teórico do que prático (é o que faz ser de Ar), e é um signo pouco emotivo.
Gosto por conceitos e ideias novas (tem ideias muito próprias), às quais se agarra com alguma teimosia.

Partes do corpo:
Pernas, tornozelos e circulação sanguínea.

Países:
Aragão (parte da actual Espanha), Etiópia, partes da Boémia e da Baviera, Rússia, zona meridional da Suécia e Croácia.