26 agosto 2009

Saturno

E eu a dar-lhe com o nosso amigo Chaturno!
Pudera! É a pedra no meu sapato... Nasci com ele mesmo juntinho ao ascendente. Penso que me torna um pouco mais sisuda (às vezes toda eu me sinto sorrisos e vêm-me com esta : - Estás tão séria! E eu cá para mim: “O quê?!” Maldito Saturno! :)) ).
Por vezes gostava de ser mais impulsiva e arriscar. Mas não. Tenho de pensar tudo bem pensado. Fazer tudo na perfeição. Para mim não chega o mais ou menos. Tenho de fazer melhor que bom ...ser perfeita. Mas será que alguém é perfeito?!
Resultado...hesito...receio errar... demoro a concretizar....se ponho mãos à obra, então tudo bem. Mas até lá...é o arrastar do tempo. É o tempo de Saturno!

Já pensei: - E se eu o oferecesse para quem precise mais dele do que eu?

Mas pensando melhor...
Saturno é estrutura, é profundidade de pensamento.
Saturno é o esqueleto e sem ele fica-se uma massa informe. Sem ele o pensamento é superficial. A memória fica curta. Não há paciência. Em vez de maturidade, continua-se imaturo. Faz falta em acções estratégicas ou de ordem. Dá jeito na economia.

Saturno é o velho Sábio!

Há sempre as duas faces na mesma moeda.
E assim é com Saturno. Tudo depende da força que tem no mapa.
O meu não tem dignidades essenciais, nem debilidades. Está peregrino. Não é grande coisa, mas podia ser pior. Pelo menos, valha-me a boa disposição e “leveza” do regente do ascendente (Júpiter em Gémeos na casa III ). (uso os regentes tradicionais dos signos).

Saturno é o que é velho. Em locais do mapa associados ao fim da vida, sempre pode ser uma benção, porque poderá significar longevidade (não quer dizer que os outros não tenham uma vida longa...).
Está igualmente associado à terra, à agricultura, à jardinagem, às minas, às pedreiras, à construção, aos oleiros... à pastorícia, ao gado.
Profissões que requeiram algum isolamento, ou de alguma forma ligadas à velhice, ou à morte. A limpeza também é coisa de Saturno.

Planeta das cores escuras, enegrecidas, sem brilho. Do frio e da secura.

O último planeta visível a olho nu, o mais distante e por isso mais lento, o que torna o seu efeito mais duradouro e prolongado.

4 comentários:

tereza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
tereza disse...

Rosa!
Estou lendo, aprendendo e seguindo..
Abraço
ps: retirei comentário por erro de gramática

Maria Izabel Viégas disse...

Amiga,
Amei o seu texto. Que linguagem coloquial e ao mesmo tempo, didática. Lindo post.
É... Saturno nos "enquadra mesmo! :) Não o tenho na 1 , mas meu Ascendente é capricórnio. Ora....por muito tempo me atrapalhou ...mas , fazendo juz ao seu valor, só até a juventude. A cada passar de ano, ele nos revitaliza, hoje, sou feliz com ele, somos amigos de mãos dadas. Realmente estás certa. Ele nos faz sempre ser o mais certinhas possível, mas em compensação, tudo que conseguimos sob a sua égide...é para sempre.
Amiga, rendo-me a Cronos: Eu o amo!
Beijos amada,
Adorei o teu post. como sempre , és maravilhosa!
beijos neste lindo e materno coração!

António Rosa, José disse...

Rosa

Amei a linguagem simples e coloquial do seu post. Magnífico.

Abraço