29 agosto 2009

Poema a meu pai...


Hoje senti saudades de ti....pai...
Saudades de te ter, de te abraçar,
Hoje senti saudades de ti...
Saudades de te ver sorrir...
Saudades da tua face e teus olhos...
Hoje senti saudades de te olhar..
Saudades da tua voz...
Mas senti saudades de te ouvir falar,
Hoje senti saudades de ti...
De te ver a trabalhar,
De te ouvir rir, pena não te ver envelhecer...
Ver-te chegar a casa, era uma casa cheia...
Hoje olhei-me ao espelho, pensei em ti...
No verde dos meus olhos vi saudade,
Vi-te dentro do meu olhar, fiquei ali...
E fiquei nos meus olhos à-vontade...
Pedi então a deus para adormecer
Que pudesse ver-te, ainda que a sonhar
Não pude dormir, pai,
Não pude... que a saudade
Foi mais forte do que eu, pôs-me a chorar...

Tibéu ( do site Luso Poemas )
(peço desculpa ao autor por me ter apropriado das suas palavras...)

Não fui eu que escrevi, mas até que poderiam ser minhas estas palavras, porque descrevem na perfeição este meu momento...



Hoje o meu pai faria sessenta e nove anos...hoje não poderei dar-lhe aqueles perfumes ou camisas do costume ...nem fazer-lhe um almoço “especial”... nem ver o brilho dos seus olhos azuis no momento de se cantar os parabéns...
Hoje ele já não está entre nós.
Hoje a minha casa está mais vazia.
Hoje eu olho para o passado e penso nos momentos em que estivemos juntos. Penso nas pequenas coisas que fizemos. Nas simples palavras que dissemos. Penso no que poderia ter feito e não fiz... Mas, só me resta guardá-lo e às minhas memórias num cantinho do meu coração e seguir em frente, rumo ao futuro...

Quero acreditar que a vida não termina aqui. Que existe vida para lá da matéria.
Não acredito em meras coincidências. Acredito sim em sintonia...E os sinais, às vezes tão evidentes...(Sendo eu alguém que trabalha com “sinais”, nem poderia ser de outra forma...)

Quem sabe o meu pai virou uma bela constelação entre as constelações...

26 agosto 2009

Saturno

E eu a dar-lhe com o nosso amigo Chaturno!
Pudera! É a pedra no meu sapato... Nasci com ele mesmo juntinho ao ascendente. Penso que me torna um pouco mais sisuda (às vezes toda eu me sinto sorrisos e vêm-me com esta : - Estás tão séria! E eu cá para mim: “O quê?!” Maldito Saturno! :)) ).
Por vezes gostava de ser mais impulsiva e arriscar. Mas não. Tenho de pensar tudo bem pensado. Fazer tudo na perfeição. Para mim não chega o mais ou menos. Tenho de fazer melhor que bom ...ser perfeita. Mas será que alguém é perfeito?!
Resultado...hesito...receio errar... demoro a concretizar....se ponho mãos à obra, então tudo bem. Mas até lá...é o arrastar do tempo. É o tempo de Saturno!

Já pensei: - E se eu o oferecesse para quem precise mais dele do que eu?

Mas pensando melhor...
Saturno é estrutura, é profundidade de pensamento.
Saturno é o esqueleto e sem ele fica-se uma massa informe. Sem ele o pensamento é superficial. A memória fica curta. Não há paciência. Em vez de maturidade, continua-se imaturo. Faz falta em acções estratégicas ou de ordem. Dá jeito na economia.

Saturno é o velho Sábio!

Há sempre as duas faces na mesma moeda.
E assim é com Saturno. Tudo depende da força que tem no mapa.
O meu não tem dignidades essenciais, nem debilidades. Está peregrino. Não é grande coisa, mas podia ser pior. Pelo menos, valha-me a boa disposição e “leveza” do regente do ascendente (Júpiter em Gémeos na casa III ). (uso os regentes tradicionais dos signos).

Saturno é o que é velho. Em locais do mapa associados ao fim da vida, sempre pode ser uma benção, porque poderá significar longevidade (não quer dizer que os outros não tenham uma vida longa...).
Está igualmente associado à terra, à agricultura, à jardinagem, às minas, às pedreiras, à construção, aos oleiros... à pastorícia, ao gado.
Profissões que requeiram algum isolamento, ou de alguma forma ligadas à velhice, ou à morte. A limpeza também é coisa de Saturno.

Planeta das cores escuras, enegrecidas, sem brilho. Do frio e da secura.

O último planeta visível a olho nu, o mais distante e por isso mais lento, o que torna o seu efeito mais duradouro e prolongado.

22 agosto 2009

Selo Master

E eu aqui de novo!
Até me sinto como se estivesse na entrega dos óscares!! :))

Este devo-o à Cris, uma blogueira que faz coisas bem apetitosas. Confesso que ainda não experimentei nenhuma das suas receitas (mas vou lá encher os olhos com as suas imagens) Prometo que um dia destes meto as mãos na massa... ;)
Aventurinhando é um blog de muito bom gosto e elegante.

Agora vamos às regras:


O recebimento do selo inclui as seguintes regras (para quem quiser incluí-lo em sua página virtual):
1. Postar o selo. (Já está)

2. Colocar no seu post o nome do blog que te indicou ao prêmio. ( Tb já coloquei )

3. Escrever uma mensagem de agradecimento ao blogueiro que te indicou. (Obrigada Cris! Já lá deixei uma msg )

4. Abaixo do selo descrever 5 características suas. ( Falta-me aqui um smile pensativo! :)) Não gosto muito de falar de mim, prefiro que sejam os outros a tirar as suas próprias conclusões à cerca da minha pessoa... Mas enfim,...cá vai... Paciente (às vezes); Persistente; Honesta; Maternal; Sonhadora )

5. Indicar o prêmio a 5 ou mais blogs para receber o selo.

Não é fácil designar só 5, mas aqui vão:

1 -Despertar das Memórias;
(Temporáriamente fora do ar, mas não deixa de ser merecedor)
É um espaço que a Izabel, generosamente, colocou à disposição de todos os que têm alguma dúvida sobre TVP.

2 -Cova do Urso;
de António Rosa, alguém com enorme coração e cujo Blog, além de conter preciosas informações é um elo entre Blog's.

3 - Princesa Esquimó;
de Samsara (ou Patrícia) e a quem tive o prazer de conhecer pessoalmente num workshop de astrologia horária. Marcou-me pela simpatia.

4 - Bandarravet;
que a Maria Paula Ribeiro cuida com tanto carinho.

5 - Para Lá Dos Sentidos;
Metamorfose. Blog de grande riqueza. Quem o escreve tem o dom da palavra e uma grande sensibilidade que coloca em cada imagem.

Bom fim de semana para todos





20 agosto 2009

Selo Mágico


Obrigada Izabel!
É bem amoroso este selo :)

Na hora de seguir as regras fiquei em dúvida ...mas é justo que faça tudo direitinho.
(É que ainda conheço tão pouco da blogosfera e menos ainda as(os) criadoras(es) dos blogs... no entanto, há tanta magia por todo lado...)

Memórias de Vidas Passadas, do qual ganhei este selo, é autêntica magia! Falar de algo que nos transcende como é o caso de reencarnação, é algo que só por si me fascina e a Izabel sabe fazê-lo como ninguém. Obrigada amiga e continue com o seu belissimo trabalho!

Então cá vamos...
passo: repassar para três Blogs onde a Magia acontece.

1- Grimoire - O Livro Sobre o Caminho do Meio, da Sacerdotisa Shin Tau.
Blog com o qual me identifico bastante.

2- Lua , da autoria de Andy.
Blog todo ele magia. Encantador.

3- Blog' Arte, de Andrea Guim.
Não conheço a sua criadora, mas sempre que posso passo por lá. Toda aquela magia das cores faz- me bem aos sentidos.


2º passo: mostrar a minha área de trabalho.

Sou uma eterna aprendiz de feiticeiro :), mas com pretensões a grande astróloga ! :)) ( quando digo grande, quero dizer credível ;) )

1 beijo


02 agosto 2009

Vénus, a Estrela Vespertina

Ontem, por terras alentejanas, ao som das músicas de Michael Jackson e de alguns artistas portugueses e da algazarra própria dos festeiros em fase de últimos preparativos para a festa da aldeia, nós preparávamos o palco para mais um concerto...Isto é, eles, porque eu estava um pouco “empenada” e pouco mais me restava para fazer que deambular por entre colunas de som, de e para o carro...sentar, levantar, porque não conseguia estar muito tempo na mesma posição...
Sem muito com que me ocupar, dei por mim a olhar para um monte de sobreiros lá ao longe e a procurar no firmamento a estrela vespertina . Em vão, claro! Será que estava encoberta pelas nuvens que teimavam em tingir o nosso bonito céu de verão de cinzento?

Veio-me à memória os meus tempos de adolescente, em que fazia cerca de 2km a pé ou de bicicleta entre a paragem de autocarro e casa e muitas vezes tinha por companheira aquela bonita estrela brilhante que surgia ao final da tarde, ou cair da noite. Quando conheci o meu marido, ela passou a ser a “nossa estrela”. Coisa de namorados apaixonados :)
Só quando passei a interessar-me por astrologia, soube que se tratava do planeta Vénus, que por sinal é regente dos nossos (meu e dele), signos solares (touro e balança, respectivamente). Vénus, o planeta do amor!

Hoje, ao olhar para o mapa do céu do momento, percebi porque ontem à tardinha não a vi...
Se a quero ver tenho de me levantar bem cedo, porque agora ela é a Estrela d’Alva. É o que acontece quando Vénus se encontra no signo anterior ao do Sol e se ergue antes dele. Só assim é possível vê-la antes que os raios solares ofusquem o seu brilho.
Só em Janeiro de 2010 Vénus faz conjunção ao Sol em Capricórnio e depois o ultrapassa em graus. À medida que se afasta do Sol vamos conseguindo vê-la , primeiro ainda com alguma luz do dia e depois cada vez mais tarde.
Nessa altura será a Estrela da Tarde ou Vesper.